18 agosto, 2009

Brasileiro pode ser o primeiro do ranking WQS na etapa francesa

Um juiz internacional de surf nos disse uma vez que faltam brasileiros nos campeonatos internacionais de surf e exemplificou dizendo que ele já chegou a ver até 11 surfistas brasileiros num mundial de surf e que hoje passaram a ser raros os que chegam lá.

A situação, hoje, está assim:

Atualmente há 21 brasileiros disputando para fazer parte dos 15 primeiros da WQS (divisão de acesso para chegar ao WCT, a elite mundial), mas apenas um parece ter chances de acessar a “divisão” em 2010. O bom é que esse representante brasuca está quase no topo do ranking.

O potiguar Jadson André pode assumir a liderança do WQS em Lacanau, na França. As provas vão até domingo, dia 23. O brasileiro (13.350 pontos) está atrás apenas do australiano Daniel Ross (14.975 pontos), que não está inscrito na competição.

Jadson fará sua estreia apenas na segunda fase da competição, assim como outros dez surfistas brasileiros, incluindo o paranaense Jihad Khodr, integrante da elite mundial.

Na primeira fase três ex-integrantes da elite mundial vão disputar: Neco Padaratz, Raoni Monteiro e Bernardo Pigmeu.

Vamos torcer para que o Jadson consiga o primeiro lugar, o que irá lhe conceder 2.500 pontos no ranking e deixá-lo um pouco mais próximo do WCT.

O mesmo juiz do primeiro parágrafo também nos disse que sente falta da época em que apitava quase um campeonato por semana na cidade de Santos, numa época em que o surf tentava buscar mais adeptos e crescia aos poucos. Talvez os campeonatos tenham diminuído porque o esporte foi realmente profissionalizado, antes não era bem assim e os campeonatos amadores faziam da praia de santos um lugar de conquistas.

É assim, o mundo dá voltas e as coisas mudam, o importante é não deixar a peteca, ou a prancha, cair! Com força e vontade, os brasileiros vão voltar a conquistar os mares internacionais.

Aloha!

Foto: Divulgação ASP

4 comentários:

Leo disse...

Infelismente o surf no Brasil é pouco valorizado.
Acho uma grande injustiça aquele grande investimento no futebol e os outros esportes ficam de canto, esquecidos.
Lamentável.


http://parada-ob.blogspot.com/

Alexandre Silva disse...

O surf é valorizado em alguns programas do segmento, como tem na ESPN que até transmissão de campeonato ao vivo tem. Interessante ter tanto brasileiro disputando, mas ainda falta o tal incentivo privado né...
Eu acho bacana demais, queria saber surfar, rsrsrs... mas além de ser mineiro nem nadar eu sei, :P

Parabéns por abordar o assunto, merece divulgação
Abcs
http://falandoprasparedes.blogspot.com/

Lombardi* disse...

um dia aprendo a surfar

Tom Veiga disse...

Animal, o Jadson merece, imagine ele e o Mineiro bombando nos WCts